Direção Artística

Lilian Barretto

Nascida no Brasil, Lilian Barretto fez seus estudos com Gilberto Tinetti, Gloria Maria Fonseca Costa e Jacques Klein. Foi premiada nos Concursos de Piano de São Paulo e da Bahia, em 1968, e recebeu uma bolsa do Governo da Polônia para estudar na Universidade de Música Fréderic Chopin em Varsóvia, na classe do Prof. Jan Ekier em 1969/1970. Em 1970 participou do Festival Internacional de Música de Annecy, França, onde teve aulas com Amy Dommel-Dieny e Norbert Dufourcq. De volta ao Brasil, tocou como solista com algumas das principais orquestras do país.

Além de sua trajetória de solista e camerista, Lilian desenvolveu intensa atividade como produtora artística e Diretora de Programação da Fundação de Arte do Rio de Janeiro (FUNARJ), Diretora Geral da Sala Cecília Meireles e Diretora Artística do Theatro Municipal, todos no Rio de Janeiro.

Em 1980 fez tournées pela Europa, apresentando-se com o violinista brasileiro Paulo Bosisio em Lisboa, Londres, Madri, Oslo e Milão. Em 1983, na Alemanha, gravou com o tenor Aldo Baldin os “Prelúdios e Canções de Amor” de Claudio Santoro. Em 1984 participou no Congresso Internacional de Mulheres Musicistas em Paris, e nesse mesmo ano recebeu o “Prémio Ordem ao Mérito” do Ministério da Cultura da Polônia.

Em 1985 e 1987 Lilian fez estágio profissional na Royal Opera House de Londres, a convite do Conselho Britânico do Rio de Janeiro.

No Brasil, tem atuado sob a batuta de Isaac Karabtchevsky, Roberto Tibiriçá, Olivier Toni, Camargo Guarnieri, Simon Blech, David Machado, Julio Medaglia, Helder Trefzger, Y. Sharowski, Roberto Duarte, Diogo Pacheco, Alceu Bocchino e muitos outros.

Em 2001 foi jurada no Concurso Internacional de Piano Vianna da Motta em Lisboa, Portugal. Em agosto de 2003 e 2004 tocou no “Festival Musical du Château de la Follie” em Ecaussines, Bélgica, e nos Festivais de Música de Grottammare, Rapallo e San Benedetto del Tronto, Itália. Em dezembro de 2004, interpretou Mozart no Festival “Les Nuits Pianistiques” em Marselha, França, com a Orquestra Filarmônica de Baden-Baden regida por Werner Stiefel.

Em dezembro de 2006 Lilian apresentou-se no Musée Debussy em Saint-Germain-en-Laye, França e, em agosto de 2008, no Amiata Piano Festival, na Itália. Em novembro de 2019, foi jurada no Paderewski International Piano Competition em Bydgoszcz, Polônia. De 2008 a 2016 foi Diretora Artística do Concurso Internacional de Piano BNDES do Rio de Janeiro.

Lilian Barretto é diretora da Sonata Produções Artísticas e presidente do Instituto Arte Plena (www.institutoarteplena.org.br), bem como Diretora Artística do Festival Internacional de Piano do Rio de Janeiro.

  • Lei de Incentivo à Cultura
Patrocínio Exclusivo
  • Instituto Cultural Vale
Apoio
  • Theatro Municipal do Rio de Janeiro
  • FUNARJ - Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro
  • Secretaria de Cultura e Economia Criativa Governo do Estado do Rio de Janeiro
  • Sala Cecília Meireles
  • Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira
  • Alink-Argerich Foundation
Realização
  • Instituto Arte Plena
  • Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo Governo Federal